Sintomas do Lúpus

Sintomas do Lúpus

O lúpus pode ser chamado de “o grande imitador”, tamanha é a multiplicidade de suas manifestações clínicas que podem ser confundidas com outras doenças e causar dificuldade diagnóstica no início do quadro clínico. Doenças e lesões da pele, queda de plaquetas, pericardite, convulsões, mudança de cor dos dedos no frio (fenômeno de Raynaud) e dores articulares podem, facilmente, passar por início de outros problemas médicos retardando o diagnóstico. Muitos médicos não especialistas podem não estar acostumados a ver casos de lúpus e, portanto, demoram um pouco mais para desconfiar deste diagnóstico.

Apresentamos abaixo, a variedade de sintomas que uma pessoa com lúpus pode apresentar, com base na porcentagem observada em vários estudos:

FREQUÊNCIA DE SINTOMAS NO LÚPUS
Artrite : em 90% dos casos. A artrite costuma surgir em duas ou mais articulações.
Febre: 83% dos casos
Perda de peso: 74% dos casos
Problemas na pele: 74% dos casos
Problemas renais: 53% dos casos.
Problemas pulmonares: 47% dos casos.
Problemas cardíacos: 46% dos casos.
Aumento de gânglios: 46% dos casos
Vermelhidão em asa de borboleta: 42% dos casos
Problemas do aparelho digestório (digestivo): 38% dos casos
Problemas neurológicos: 32% dos casos.
Fotossensibilidade: 30% dos casos
Queda de cabelo: 27% dos casos
Fenômeno de Raynaud: 17% dos casos
Psicose: 17% dos casos
Convulsão: 15% dos casos
Pequenas feridas no nariz e na boca: 12% dos casos
Outros: 23% dos casos

Quais as manifestações mais sérias do lúpus e que órgãos atinge?
As manifestações mais temíveis são aquelas que causam comprometimento visceral, ou seja, lesão dos órgãos internos. Podemos citar:
• Problema dos rins denominado glomerulonefrite, ou, simplesmente, nefrite ;
• Inflamação do folheto externo do coração, denominada pericardite ;
Convulsões e/ou psicose decorrentes de inflamação no sistema nervoso central;
• Queda de plaquetas denominada trombocitopenia ;
• Aparecimento de uma síndrome denominada síndrome do anticorpo antifosfolipede , que se caracteriza por fenômenos embólicos repetidos.

Este conteúdo é exclusivo do capítulo de Reumatologia do livro Medicina Mitos e Verdades (Carla Leonel). Médico responsável Prof. Dr. Cristiano Zerbini, Coordenador do Núcleo Avançado de Reumatologia do Hospital Sírio Libanês e Diretor do Centro Paulista de Investigações Clínicas. Proibida reprodução total ou parcial sem citar a fonte com o link ativo.

Clique no link e leia também:
1. O que é o lúpus?
2. Como o lúpus causa lesões no corpo? Fator antinúcleo e vasculites
3. As mulheres com lúpus podem engravidar?
4. Tratamento, prognóstico e prevenção do lúpus
5. Insuficiência cardíaca tem cura? Causas, sintomas e tratamento