Depilação: como evitar pelos encravados e manchas escuras na pele

Depilação: como evitar pelos encravados e manchas escuras na pele

Várias são as técnicas para se livrar dos indesejados pelos do corpo e/ou rosto e muitos fatores devem ser levados em conta na hora de decidir entre qual deles utilizar. Algumas mulheres tem tendência ao encravamento e manchas na pele. Outras são alérgicas a produtos utilizados no clareamento. Vamos dar algumas dicas de como evitar as complicações indesejadas e orientar na escolha do melhor método para o seu caso.

Cremes depilatórios ou raspagem?

Tanto um como o outro eliminam os pelos apenas superficialmente. A raspagem é a forma mais rápida, popular e econômica, porém aconselha-se que sejam limitadas as áreas das pernas e axilas. Jamais utilize lâminas no buço, braços, rosto, barriga, mamilos ou penugens sob o risco de engrossar ainda mais os pelos, tornando o problema pior. Evite, da mesma forma, raspar os pelos da virilha e da parte superior das coxas, pois a frequência deste ato pode tornar a região manchada e escura. Existem dezenas de opções de lâminas ou aparelhos elétricos desenvolvidos especialmente para as mulheres. Apesar de o aparelho elétrico proporcionar resultado um pouco mais duradouro e dificilmente provocar ferimento, as lâminas atingem a haste do pelo mais rente, deixando a pele mais lisinha e brilhante. Utilize óleo ou creme de barbear para que a lâmina deslize mais facilmente e raspe sempre no banho, já que a água quente ajuda abrir os poros e amolecer os pelos. Finalize com hidratante, pois o ato de raspar resseca a pele. Nas axilas, evite usar desodorante com álcool logo após a raspagem caso sua pele seja sensível.

Quanto aos cremes depilatórios, como diferencial, possuem fórmulas especiais desenvolvidas para cada parte do corpo (inclusive virilha, buço e braços), e ainda levam componentes hidratantes na composição. Também tem uma durabilidade superior a raspagem, porém, tal como a descoloração, pode causar alergias em pessoas susceptíveis. Mesmo assim, a eliminação dos pelos é mais suave do que aqueles raspados pela lâmina. Age mais profundo que a lâmina, próximo à raiz, dissolvendo o pelo (mas não tira a raiz), e tem a vantagem de eliminar até mesmo os mais curtos. Para melhores resultados é importante esfoliar a pele 24 a 48 horas antes da aplicação. Não utilize o creme depilatório caso esteja com algum machucado na região. O tempo de ação depende do fabricante. Observe as instruções na embalagem. Pele sensível e exposta ao sol tem o risco de manchar. Após o uso, evite a exposição solar e aplique filtro solar, principalmente, no buço.

Depilação com cera

Dos métodos caseiros é o único que arranca os pelos pela raiz e por isso, demoram muito mais para nascerem de novo. Com o tempo, também diminuem em quantidade e se tornam mais finos. Está liberado para qualquer parte do corpo. Existem vários tipos de cera, mas todas tem o mesmo princípio. Apenas diferem pela região e tipo de pele proporcionando um depilar mais suave. Algumas são comercializadas no formato roll-on sendo necessário adquirir os lenços para o ato e outras, mais práticas, em folhas depilatórias prontas para o uso.

Ao depilar com cera, evite o uso de hidratante na região no dia anterior, pois pode dificultar a saída do pelo provocando encravamento. Aplique talco sobre a região a ser depilada e puxe a folha sempre em direção contrária ao pelo. Faça movimentos rápidos, que além de provocar menos dor, maior quantidade de pelos são removidos. Na finalização, indica-se o óleo removedor para eliminar os resíduos de cera e o gel pós-depilatório para acalmar a pele. Em relação à dor, algumas regiões são mais doloridas que outras. Mas nada que seja insuportável ou motivo para desistir deste método.

A única desvantagem da depilação com cera é a necessidade de esperar o pelo crescer para poder arrancá-lo (mínimo 1, 5 mm até 5 mm, dependendo da cera). Sendo assim, por um curto período você terá que disfarçá-los para evitar ficar com pelos escuros à vista. Uma boa opção para este tempo é o banho de lua(clique no link azul e leia o artigo).

Raspagem ou depilação contra pelos encravados? Melhor raspagem. Como a depilação retira o pelo pela raiz, ele tende a afinar. Ao nascer, pode não ter força para romper a barreira da pele, principalmente se estiver desidratada e áspera. Com a lâmina isto não acontece isso, já que os pelos não são arrancados, e sim cortados, mantendo a espessura e resistência. Diante disso, a chance do crescimento ser interrompido pela pele, encravando-o, é menor.

Outra causa de encravamento de pelos é o uso de hidratantes 24 horas antes ou depois da depilação: além de comprometer a retirada do pelo, pode entupir os folículos. Resultado: encravamento e foliculite (aquelas bolinhas vermelhas que parecem espinhas). Existe no mercado produtos calmantes específicos para o uso pós depilação. O sol também deve ser evitado 24 horas após a depilação sob o risco de manchar a pele e favorecer a foliculite. Use protetor solar.

Escolha o método que melhor se adapte a sua pele, estilo de vida e região a ser depilada.

Clique no link azul e leia também: os cuidados necessários na depilação com cera quente e fria