Pressão baixa, o que fazer?

Pressão baixa, o que fazer?

O que é considerada uma pressão baixa? É perigoso?
Pressão baixa não é doença. Ao contrário, quem tem pressão baixa tem vida longa, porque não tem os vasos alterados. É considerada pressão baixa qualquer pressão arterial sistólica (a de representação numérica maior) igual ou inferior a 10. Uma pessoa que tenha pressão 10 x 6 ou 9 x 7 é hipotensa.

Cerca de 70% da população, a grande maioria, tem pressão considerada estatisticamente normal. A sistólica (a maior) não passa dos 14 e a diastólica (a menor) não ultrapassa 9. Um terceiro grupo, estimado em 20%, possui pressão alta, ou seja, acima da média normal, caracterizando a hipertensão. Nesse grupo é comum pessoas com pressão arterial igual ou maior que 14 sistólica e igual ou maior que 10 diastólica, 14 x 10. Com base nesses dados, o padrão utilizado para considerar o nível de pressão arterial normal é o do grupo que constitui a maioria.

A hipotensão (pressão baixa), tem como sintomas principais o sono e a apatia. Muitos pais levam seus filhos jovens ao consultório queixando-se de que são preguiçosos, que não acordam cedo e vivem dormindo. Quando a pressão desse jovem é medida, verifica-se que se trata de um hipotenso. A pressão baixa também costuma se manifestar em pessoas magras e compridas, as chamadas "longilíneas".

O sal realmente ajuda a normalizarpressão?
Diferente da dieta dos hipertensos, para as pessoas com pressão baixa, recomenda-se que coma maior quantidade de sal para normalizar a sua pressão arterial. Com uma quantidade a mais de sal, o organismo tende a reter um pouco de líquido, que ajuda a manter a pressão dentro da normalidade. Resumindo, restringir o sal da dieta é bom para o hipertenso, mas não é bom para quem é normotenso ou hipotenso. Quem tem pressão normal ou baixa pode ingerir sal à vontade, pois o rim o elimina.

Quem tem pressão baixa pode tornar-se um hipertenso ao longo da vida?
Sim, pode acontecer. E não é raro, porque a hipotensão é uma característica de gente jovem, da faixa etária até os 24 anos. E caso o paciente não tenha hipertensão como um componente genético, ele poderá desenvolvê-la por outros fatores, como a hipertensão endócrina ou a hipertensão por doença renal.

O fato de alguém ser hipotenso não lhe garante o privilégio de sê-lo por toda a vida. Mas também não quer dizer que ele vá se tornar um hipertenso. Se a pessoa passar dos 45 anos de idade como hipotenso ou normotenso, não se tornará um hipertenso de causa genética (hipertensão essencial).

Palavras em azul são links. Clique eleia matérias relacionadas:
Perguntas e respostassobre a pressão alta
Sequelas e consequências da hipertensão
Proximidade da pressão arterial e o coração
Choque hipovolêmico: a pressão se torna demasiadamente baixa pra manter a pessoa viva
Insuficiência renal aguda e crônica

Conteúdo do livro Medicina Mitos e Verdades (Carla Leonel). Capítulo de Nefrologia. Médico responsável Prof. Dr. Emil Sabbaga.