O que provoca alteração da libido?

O que provoca alteração da libido?

O que provoca alteração da libido? Por que algumas mulheres têm mais desejo sexual do que outras?

Muitos fatores podem provocar mudanças da libido, tais como a gravidez ou as alterações nos hormônios da tireoide , do ovário e da glândula suprarrenal. Os principais hormônios que influenciam a libido:

1. O baixo nível de testosterona: hormônio masculino, também encontrado nas mulheres, fundamental para o desejo sexual;

2. Aumento dos níveis de prolactina: diminui a libido e a fertilidade. O excesso no organismo inibe os hormônios que estimulam as glândulas sexuais. Mulheres com intervalo grande entre as menstruações (acima de 45 dias), podem estar com hiperprolactina. Procure ajuda médica.

3. Progesterona: produzida pelos ovários e glândula suprarrenal, altas taxas de progesterona derruba a testosterona e consequentemente, a libido.

Entretanto, as causas orgânicas costumam ser menos frequentes e, normalmente, o problema é de origem emocional. A mulher tensa, preocupada, que está magoada, triste, deprimida sofre alteração na libido (desejo sexual).

Também vale citar os casos em que a sexualidade é reprimida por influências de religiões que consideram que o sexo deve ser feito apenas com a finalidade de reprodução.

O sentimento de culpa é outro fator que pode provocar alteração do desejo sexual.

Vale lembrar, que o clímax (orgasmo) também é regido pelos mesmos fatores que interferem na libido.

Qual a idade indicada para o início da vida sexual?

As adolescentes estão mais propensas a doenças sexualmente transmissíveis pela imaturidade da vagina. Fora isso, não há nenhum impedimento. É a moça quem determina quando se considera pronta para iniciar sua vida sexual. O importante é lembrar a necessidade de uma orientação anticoncepcional antes de a menina/mulher ter a sua primeira relação sexual.

A mulher na menopausa costuma ter alteração no desejo sexual?

Na fase da menopausa, as alterações hormonais dela decorrentes, podem, sem dúvida alguma, alterar a libido, e é exatamente por essa razão que algumas medicações hormonais são prescritas, pois promovem o equilíbrio de estrógenos, progesterona e testosterona para condicionar uma homeostase (equilíbrio) que devolva a estimulação sexual normal.

De onde vem a sensação do prazer quando se atinge o orgasmo?

A sensação é provocada pelo sistema nervoso, que se manifesta pela manipulação das zonas erógenas. Funciona da mesma forma que um beliscão, por exemplo. O cérebro recebe um impulso nervoso, vindo do aperto da pele, que provoca a sensação de dor. Já no orgasmo, a situação de prazer ocorre igualmente, produzindo uma modificação do fluxo sanguíneo e da percepção nervosa nos órgãos genitais.

A estimulação do clitóris ou de qualquer outra zona erógena provoca uma contratilidade uterina (contração do útero) e, a partir daí, desencadeia toda a sensação causada por alterações nervosas e vasculares (de sangue) no local, em ritmo ascendente. Quando o estímulo atinge o seu ponto mais elevado, acontece o orgasmo.

Hoje, está na moda falar no ponto G. Não existe comprovação científica de sua existência. O que as pessoas precisam entender é que as zonas erógenas são variáveis em cada pessoa. Há aquela que se excita com um beijo no pescoço, há outra que gosta de um beijo na orelha. Isso é naturalmente variável.

Matérias relacionadas:
1) A libido do homem
2) Problemas de ereção: o que fazer?

Artigo do livro MEDICINA MITOS E VERDADES (Carla Leonel) - Capítulo de Ginecologia: Editora CIP. Médico responsável Prof. Dr. Thomaz Gollop.