VASECTOMIA E O DESEMPENHO SEXUAL

VASECTOMIA E O DESEMPENHO SEXUAL

Atualmente, as opções para evitar a gravidez indesejada são muitas. Garantir uma contracepção eficiente é uma questão de responsabilidade, tanto dos homens quanto das mulheres. Finalmente, temos de considerar os dois métodos definitivos de contracepção: a vasectomia e a ligadura de trompas. Para ambas, há mitos a derrubar e nesta matéria vamos abordar a vasectomia.

O urologista Prof. Dr. Sami Arap esclarece que não há possibilidade de acontecerem distúrbios de ereção peniana em decorrência de uma vasectomia. Isso porque os mecanismos que determinam e controlam a ereção independem completamente do sistema reprodutor masculino. O mito machista que associa a impotência à vasectomia expressa o medo de que a masculinidade e a virilidade estejam vinculadas aos órgãos genitais, e de que qualquer intervenção sobre eles possa causar danos ao desempenho sexual.

A vasectomia é uma cirurgia que interrompe os dois ductos deferentes que constituem a via de transporte dos espermatozoides produzidos pelos testículos e levados pelo epidídimo até a uretra. A cirurgia pode ser realizada com anestesia local e não requer internação hospitalar. A vasectomia também não altera a quantidade de sêmen eliminada em cada ejaculação (em torno de 1,5 a 5 ml, pouco menos de 1 colher de chá), pois os espermatozoides colaboram com menos de 1% desse volume, sendo o restante fabricado pela próstata e vesículas seminais.

O homem vasectomizado segue sua vida sexual absolutamente normal, apenas não podendo gerar filhos. Entretanto, no caso de arrependimento da vasectomia podem recorrer a reversão da vasectomia. Anteriormente a vasectomia pode-se valer-se dos bancos de sêmem, sendo este previamente coletado e devidamente conservado eutilizarposteriormente a técnica dareprodução assistida. Com os avanços da medicina, hoje também já é possível coletar espermatozóides diretamente do testículo de homens vasectomizados. Para garantir uma contracepção eficiente torna-se apenas uma questão de escolha do melhor método, envolvendo, até mesmo, a quebra de preconceitos.

A CIRURGIA DA VASECTOMIA
•O procedimento é simples e realizado com anestesia local;
•Não é necessário jejum;
•É feita uma pequena incisão de 1 cm em cada lado do saco escrotal;
•O cirurgião isola e corta os ductos deferentes (canais responsáveis pelo transporte dos espermatozoides), interpõe-se tecido conjuntivo entre os dois pontos para não recanalizar e fecha a incisão;
•Após a cirurgia pode ocorrer um pequeno desconforto testicular pelo bloqueio da passagem do espermatozoide.

MITOS A DERRUBAR SOBRE A VASECTOMIA
• Vasectomia causa impotência sexual.
• Vasectomia causa perda da libido.
• Vasectomia diminui o volume de sêmen na ejaculação.
• Vasectomia aumenta o risco de câncer.

VERDADES SOBRE A VASECTOMIA
•A cirurgia da vasectomia é extremamente simples e muitos pacientes já retomam ao trabalho logo após o procedimento.
•Vasectomia não evita doenças sexualmente transmissíveis (DST).
•Até o segundo mês pós-cirurgia, uma pequena porcentagem de homens vasectomizados tem chance de engravidar a mulher. Por isso é obrigatório o acompanhamento por meio do espermograma até que receba alta definitiva.
•A vasectomia pode ser revertida religando os ductos deferentes (canais que transportam os espermatozoides). Entretanto, o sucesso da cirurgia nem sempre é garantido:
a)Na reversão feita após quatro anos da vasectomia, existe 70% de chance da gravidez ocorrer espontaneamente;
b)Após dez anos, a probabilidade de gravidez já cai entre 30% e 40%;
c)Quanto maior o tempo para a reversão da vasectomia, menor o sucesso da cirurgia por ocorrer fibrose e obstruções no local da ligadura dos canais deferentes. Vale lembrar que este episódio é normal e não exerce qualquer influência na potência, libido ou ejaculação.

Conteúdo do livro MEDICINA — MITOS & VERDADES (Carla Leonel ) Capítulo de urologia. Médico responsável Prof. Dr. Sami Arap (Prof. Titular Emérito da Disciplina de Urologia da Faculdade de Medicina – USP e Coordenador do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio Libanês. Proibida reprodução total ou parcial sem citar a fonte.

Palavras em azul são links que te direcionam ao assunto em questão. Clique para ler. Veja também mais artigos na categoria de Urologia