CHIADO NO PEITO - CAUSAS

Sibilância significa o famoso “chiado no peito”. Não só o nome é complicado, como pacientes e pais de crianças têm dificuldades em descrever com precisão a sibilância na consulta médica. Normalmente, dizem que é uma “ronqueira”  (originárias das vias aéreas superiores) ou “peito cheio” (relacionado geralmente à tosse produtiva) e, por isso, é indispensável que o médico faça a ausculta pulmonar. Os sibilos são ruídos contínuos e musicais, diferente das crepitações, que são ruídos descontínuos.

Para o diagnóstico de asma o médico deve auscultar o paciente imediatamente antes e cerca de 20 minutos após a administração de broncodilatadores inalatórios. O quadro de asma fica praticamente confirmado se houver melhora da sibilância nesse curto intervalo de tempo. Não ocorrendo a melhora, os possíveis diagnósticos para o chiado no peito (sibilância) são:
- Infecções respiratórias;
- Bronquite;
- Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;
- Aspiração de corpos estranhos;
- Malformações cardiovasculares ou digestivas;
- Refluxo gastroesofágico;
- Tumores (pulmão, laringe, esôfago).

Palavras em azul são links que te direcionam ao assunto em questão. Clique nelas para ler.


Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.