Doenças que causam falta de ar

Doenças que causam falta de ar

No artigo anterior explicamos a diferença entre cansaço e falta de ar (clique no link para ler). Nesta matéria vamos abordar as principais doenças que causam a falta de ar.Caso queira saber mais detalhe sobre as doenças especificadas neste artigo, clique sobre elas (palavras em azul são links) e você será redirecionado a página correspondente.

As causas da falta de ar são múltiplas, sendo as mais frequentes as pulmonares ou cardíacas. Dentre as pulmonares, as mais comuns são:

Asma;

Doença pulmonar obstrutiva crônica: representa a bronquite crônica (inflamação dos brônquios) e enfisema pulmonar (inflamação e destruição dos alvéolos). Nesses casos observa-se um comprometimento dos brônquios que impede a chegada de uma quantidade adequada de ar (oxigênio) aos alvéolos (estrutura pulmonar que permite a passagem do oxigênio para o sangue), provocando desta forma, a falta de ar;

Derrame pleural ou congestão pulmonar: a redução de oxigênio é secundária a menor expansão do pulmão;

• Quadros intersticiais: a falta de ar ocorre pelo comprometimento da parede que separa os alvéolos (onde ocorrem as trocas entre o ar e o sangue). Com isso há uma redução da passagem de oxigênio do alvéolo para o sangue, o que explica a menor presença de oxigênio nos tecidos;

• Tumores;

• Dentre as doenças cardíacas, a causa mais frequente da falta de ar é a insuficiência cardíaca;

• Outros fatores não especificamente cardiopulmonares também podem provocar falta de ar, como a anemia e os problemas neuromusculares.

Uma observação importante: a falta de ar é subjetiva. Ela pode ser originada de causas orgânicas como também ser de origem psicológica. Fatores emocionais também podem se traduzir em sensação de falta de ar.

Capítulo de Pneumologia. Médico responsável Prof. Dr. Francisco Vargas - Ex-Professor Titular da Disciplina de Pneumologia da Faculdade de Medicina - FMUSP

Clique no link abaixo e leia matéria relacionada:
Tipos e frequência de respiração