Os transtornos de personalidade se apresentam como uma alteração duradoura do comportamento ou de sentimentos que se desviam importantemente das expectativas de um indivíduo dentro da sua cultura e que causa sofrimento e comprometimento de sua vida. O psiquiatra Ph.D. Prof. Dr. Marco Antonio Marcolin cita abaixo a classificação dos principais transtornos de personalidade:

Paranoide
Segue um padrão de desconfiança e suspeitas invasivas em relação aos outros, de modo que os seus motivos são interpretados como malévolos. Começa, geralmente, no início da idade adulta e se apresenta em uma variedade de contextos.

Esquizoide
Segue padrão invasivo de distanciamento das relações sociais e de uma faixa restrita de expressão emocional em contextos interpessoais. Inicia-se, em geral, na idade adulta e está presente em vários tipos de contextos.

Esquizotípica
Apresenta importantes deficiências sociais e interpessoais, importante desconforto e capacidade reduzida para relacionamentos íntimos. Podem estar presentes distorções cognitivas e perceptivas, além de comportamento excêntrico, começando no início da idade adulta. Pode apresentar-se em uma ampla variedade de formatos.

Antissocial
A principal característica é o frequente e repetido desrespeito e violação dos direitos dos outros, iniciando-se durante a adolescência.

Borderline
Grande instabilidade nos relacionamentos interpessoais, na autoimagem e nos vínculos afetivos, além de acentuada impulsividade. Inicia-se, em geral, na idade adulta.

Histriônica
Excessiva emocionalidade e busca de atenção, inicia-se, em geral, na adolescência ou na idade adulta.

Narcisistica
Este apresenta-se com um padrão invasivo de grandiosidade (em fantasia, ou comportamento), necessidade de admiração e falta de empatia. O início, em geral, dá-se na idade adulta.

Esquiva
Inibição social, sentimentos de inadequação e hipersensibilidade à avaliação negativa. Em geral, observada em adultos.

Dependente
Apresenta uma necessidade invasiva e excessiva de ser cuidado, levando a um comportamento submisso e aderente, além de temores de separação. Pode ser observada na adolescência e idade adulta.

Obsessivo-compulsiva
Preocupação exagerada com organização, perfeccionismo, além de controle mental e interpessoal, às custas da flexibilidade, abertura e eficiência. Apresenta-se em várias faixas etárias, mais comumente entre adultos.

O tratamento dos transtornos de personalidade é, em geral, psicoterápico, sendo esse tratamento amplo, já que envolve a psicoterapia do paciente, orientação familiar e adaptação do ambiente escolar e/ou profissional. Em casos mais graves, associam-se medicações psiquiátricas.

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo sem citar a fonte com o link.

SUAS DÚVIDAS NO CONSULTÓRIO MÉDICO
Livro Medicina, Mitos e Verdades (Carla Leonel): capa dura, 800 páginas, perguntas e respostas em 22 especialidades médicas com os mais bem conceituados nomes da Medicina no Brasil. Best-Seller: mais de 300 mil cópias vendidas.
• PROMOÇÃO: Compre um e leve dois. Por apenas R$ 99,00 você recebe 2 livros iguais. Pagamento facilitado em até 10 X R$ 9,90 sem juros no cartão de crédito. O frete é por nossa conta. Válido apenas no Brasil e em um único endereço escolhido por você. Não perca esta oportunidade.
Clique neste link COMPRAR e saiba mais. A informação ajuda no diagnóstico precoce e pode salvar vidas.