Brotoejas são mini bolinhas vermelhas (algumas delas com água dentro) que se formam em grande quantidade sobre a pele do corpo, mas também em áreas de grande transpiração como pescoço, axilas, virilha, nas dobras da pele e até na face.  Essas bolhas são causadas pela obstrução das glândulas sudoríparas que impede a saída do suor. Costuma ser mais frequentes nos bebês já que essas glândulas que produzem o suor e o expelem, ainda não estão totalmente formadas, o que dificulta a eliminação do suor. Ambientes quentes e úmidos, o excesso de roupas e agasalhos assim como febre alta favorecem o aparecimento de lesões. O nome científico das brotoejas é miliária.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a aparência das lesões e os sintomas variam de acordo com a profundidade em que ocorreu o bloqueio no duto excretor (aquele que o suor percorre para alcançar o lado de fora do corpo):
•  As bolhas podem ser pequenas, transparentes e sem sinal de inflamação, quando o bloqueio incidiu num ponto mais superficial da epiderme (miliária cristalina ou sudâmina). Aparecem de uma hora para outra podendo atingir grandes áreas do corpo. Não apresenta outros sintomas e é mais comum em recém-nascidos.
• Quando a obstrução das glândulas ocorre na região intermediária, as bolinhas têm aparência vermelhas e inflamadas. É a forma mais frequente de brotoeja, chamada de miliária rubra. Pode provocar coceira.
• A obstrução em regiões mais profundas da epiderme (miliária profunda), provoca além das pápulas vermelhas, pequenas bolhas de água. Quando aparece com pus é devido a uma infecção bacteriana, e o tratamento, nestes casos, inclui antibióticos e corticoides.

Tratamento das brotoejas
O tratamento leva em conta as características das lesões, o local onde se instalaram e a idade do paciente. Em crianças pequenas, por exemplo, restringe-se a medidas para refrescar a pele a fim de evitar a transpiração excessiva. Com isso procura-se aliviar o desconforto e a melhora das lesões. É importante manter o ambiente fresco e ventilado, usar roupas leves e o tratamento, quando necessário, é apenas tópico (pomada para coceira). Nos casos mais graves,  há indicação de medicamentos como corticoides, e caso exista infecções secundárias, administra-se também antibióticos.

Prevenção
Evite usar muita roupa, principalmente em dias quentes e em crianças. Se houver propensão à brotoeja evite atividades que façam suar. Manter o ambiente fresco e arejado no verão também é uma dica. Sempre que possível, use roupas de algodão ou fibra natural, roupas sintéticas costumam reter o calor e o suor.

Clique nos links e leia mais artigos nas categorias de:
PEDIATRIA 
DERMATOLOGIA
• BELEZA

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo sem citar a fonte com o link.

SUAS DÚVIDAS NO CONSULTÓRIO MÉDICO
Livro Medicina, Mitos e Verdades (Carla Leonel): capa dura, 800 páginas, perguntas e respostas em 22 especialidades médicas com os mais bem conceituados nomes da Medicina no Brasil. Best-Seller: mais de 300 mil cópias vendidas.
• PROMOÇÃO: Compre um e leve dois. Por apenas R$ 99,00 você recebe 2 livros iguais. Pagamento facilitado em até 10 X R$ 9,90 sem juros no cartão de crédito. O frete é por nossa conta. Válido apenas no Brasil e em um único endereço escolhido por você. Não perca esta oportunidade.
Clique neste link COMPRAR e saiba mais. A informação ajuda no diagnóstico precoce e pode salvar vidas.