BEBÊS AMAMENTADOS NO SEIO DEVEM BEBER ÁGUA

No primeiro ano de vida a água representa 72% do peso do corpo e desempenha funções de importância vital. O volume de água necessário a bebês depende de inúmeros fatores: variações individuais, climáticas, quantidade de leite que ingere, tipo de alimentação, poder de concentração urinária, entre outros.  O leite materno ou outros tipos de leite usados habitualmente na alimentação costumam atender às necessidades hídricas, em condições normais e nos climas frios.

Em climas quentes, a necessidade de água no primeiro ano são de aproximadamente de 150 ml por kg de peso divididos nas 24 horas do dia. O bebê amamentado nos seios é capaz de regular por si a dose de que necessita, bastando lhe oferecer água várias vezes ao dia, nos intervalos das mamadas, respeitando apenas a meia hora que as precede. Se ele recusar é porque seu corpo está regulado. Não é necessário forçar. Água insuficiente provoca sede, mal-estar, inquietude, febre (febre de sede), obstipação intestinal, ganho de peso insuficiente e, quanto mais acentuada a falta de água, pode ocorrer fenômenos graves de desidratação

Veja a necessidades de água ao dia (por Kg de peso) de acordo com a idade

• de 0 a 06 meses — 150 ml       
• de 6 a 12 meses — 140 ml 
• de 1 a  2 anos    — 120 ml
• de 2 a  4 anos    — 110 ml           
• de  4  a  6  anos — 100 ml

• Entre 6 meses e 1 ano, a criança necessita, em média, de 800 ml de líquidos por dia, incluindo os encontrados nos alimentos;
• De 1 até os 3 anos: 1.300 ml;
• Dos 3 aos 5 anos: 1.700 ml por dia.

É importante lembrar que esses valores podem variar: elevação de temperatura, atividade física, excesso de agasalho e febre elevam a transpiração e o organismo pede o fornecimento de uma quantidade maior de líquido. Esse complemento também deve ser aumentado durante o uso de alimentos concentrados. Alimentação rica em proteínas exige maior quota de líquidos, pelo alto consumo ligado à digestão e ao metabolismo.

Clique no link e leia mais artigos na categoria de Pediatria  

Essa matéria pode te interessar: Por que os bebês regurgitam? Quando representa doença?

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo e/ou imagem sem citar a fonte com o link ativo. Direitos autorais protegidos pela lei.