Muita gente confunde asma com bronquite. Apesar de ambas serem determinadas por sintomas de origem alérgica, a asma é uma doença genética e sem cura, enquanto a bronquite pode evoluir para a cura desde que afastada a substância alergênica. Nesta situação, a bronquite é originada pela irritação dos brônquios devido à poluição, fumaça de cigarro, poeiras nocivas etc, que diminui a resistência do órgão predispondo a inflamação.

Outras vezes, a bronquite é causada por vírus, como os da gripe ou resfriado, por exemplo. Os sintomas iniciais são tosse seca com chiado, seguida por tosse com catarro. A infecção começa quando o catarro persiste e cria um ambiente propício para a multiplicação de bactérias, o que agrava o quadro inflamatório, reduz o calibre das vias aéreas, além de tornar a respiração ruidosa e difícil.

As crianças e os idosos são os mais atingidos por terem o sistema imunológico mais fraco.  Como agravante, o clima seco e a baixa umidade do ar, facilita a concentração de poluentes que é um dos desencadeadores da bronquite e outras doenças do aparelho respiratório. Portanto, é importante o uso de vaporizador no quarto como medida preventiva e auxílio no tratamento. O ar úmido, além de dispersar essas partículas que acabam sendo inaladas, tende a tornar o muco menos espesso o que melhora à respiração.

Na falta do vaporizador, deixe uma bacia com água e uma toalha molhada perto da cabeceira da cama. Essa alternativa ajuda a umidificar um pouco o ambiente.

Outra dica é manter o nariz umidificado com soro fisiológico. O nariz seco facilita a entrada de vírus e poluentes, além de provocar um esforço extra no aparelho respiratório.

Entendendo a bronquite

A bronquite é a inflamação ou infecção dos brônquios (pequenos tubos que ligam a traqueia com os pulmões), tornando dificultosa a chegada de ar nos pulmões. Ela é originada pela agressão das vias aéreas.

Tipos de bronquites e consequências

A bronquite pode ser aguda ou crônica. A bronquite aguda é, em geral, consequência de resfriado ou gripe, e não deve demorar mais de duas ou três semanas para ser curada. Algumas pessoas tem predisposição à crises de bronquite aguda pois possuem uma fonte permanente de infecção. Nesse caso incluem-se crianças e adultos com tendência a sinusite, a amigdalite, ou, ainda, por serem sensíveis a determinados agentes alergênicos como no caso das rinites. A consequência mais frequente, caso a bronquite aguda e suas causas não sejam tratadas adequadamente, é a sua cronificação ou o aparecimento de surtos infecciosos repetitivos, podendo facilitar o aparecimento de pneumonia.

Já a bronquite crônica, é caracterizada por tosse e expectoração por no mínimo três meses, ou uma semana por mês, ou na maioria dos dias durante dois anos consecutivos. Acomete, normalmente, pessoas com propensão a alergias, além de fumantes, pacientes com câncer, enfisema pulmonar ou crianças portadoras de fibrose cística. Nessas condições, os pacientes apresentam quadros bronquíticos, em geral, graves, com intensas e impactantes crises de falta de ar, podendo afetar inclusive o coração.

DÚVIDAS FREQUENTES

Por que a bronquite é comum em crianças?

O quadro de bronquite é uma ocorrência comum em crianças, por estarem em formação e serem mais sensíveis. Em bebês até 2 anos de idade é mais frequente o quadro de bronquiolite, que é a infecção da parte final dos brônquios chamada de bronquíolos. Este tipo é causado pelo vírus sincicial respiratório (VSR) e é mais comum no inverno. Os sintomas são febre, tosse, obstrução nasal, chiado no peito e perda de apetite. Muitas vezes a recusa alimentar do bebê é consequência da falta de ar, e é importante que as mãe estejam atentas pois as doenças respiratórias são a maior causa de morte infantil. 

Já a bronquite pode ser causada por vários tipos de vírus e bactérias conforme já explicamos anteriormente. 

Como é feito o tratamento da bronquite? Ela sempre regride?

A bronquite pode regredir parcial ou totalmente, desde que o paciente seja tratado adequadamente. O tratamento fundamenta-se na administração de antibióticos, nos casos de infecção bacteriana, associados a medicamentos broncodilatadores e, quando necessário, os corticoides.

Para que servem os aparelhos de inalação?

Os aparelhos de inalação são utilizados para o alívio mais rápido dos sintomas da bronquite. Pode-se inalar apenas soro fisiológico para fluidificar as secreções e desobstruir as vias respiratórias ou misturá-lo com medicamentos. Através do vapor, a medicação chega mais rapidamente aos pulmões.  O tempo de inalação varia de 5 a 10 minutos, ou a critério médico.

Pode-se prevenir a bronquite?

Pessoas com predisposição à crises de bronquite devem evitar áreas poluídas,  contato com doentes com quadros infecciosos das vias aéreas superiores e, sobretudo, devem se abster de fumar.

Mantenha o nariz sempre hidratado já que ele é a porta de entrada do ar que você respira e responsável pela defesa das vias respiratórias. No clima seco, a atenção deve ser redobrada, pois o ar menos filtrado e sem a devida umidificação, além de carregar mais poluentes, provoca um esforço maior do sistema respiratório.

Em bebês, utilize também bombinhas de sucção para aliviar a congestão nasal.

Clique no link e leia também:
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica: bronquite crônica
Não confunda cansaço com falta de ar
Doenças que provocam falta de ar

 

Todos os direitos reservados. Proibida reprodução total ou parcial deste artigo sem citar a fonte com o link.

SUAS DÚVIDAS NO CONSULTÓRIO MÉDICO
Livro Medicina, Mitos e Verdades (Carla Leonel): capa dura, 800 páginas, perguntas e respostas em 22 especialidades médicas com os mais bem conceituados nomes da Medicina no Brasil. Best-Seller: mais de 300 mil cópias vendidas.
• PROMOÇÃO: Compre um e leve dois. Por apenas R$ 99,00 você recebe 2 livros iguais. Pagamento facilitado em até 10 X R$ 9,90 sem juros no cartão de crédito. O frete é por nossa conta. Válido apenas no Brasil e em um único endereço escolhido por você. Não perca esta oportunidade.
Clique neste link COMPRAR e saiba mais. A informação ajuda no diagnóstico precoce e pode salvar vidas.